• menu1
17/10/2018 10h8 - Atualizado em 17/10/2018 10h8
NUMA tem novo calendário de inscrição para especialização em Gestão de Cidades e Sustentabilidade.
Da Redação
Portal FADESP
A-A+ Tamanho da Letra
Ampliar imagem
NUMA/UFPA tem novo calendário de inscrição para especialização em Gestão de Cidades e Sustentabilidade.

O Núcleo de Meio Ambiente (NUMA) da Universidade Federal do Pará (UFPA) elaborou novo calendário de oferta da especialização em Gestão de Cidades e Sustentabilidade. A inscrição para o processo de seleção que preencherá 45 vagas será realizada até 18 de janeiro de 2019, na área de cursos aqui do site da FADESP.

Conforme o edital, o curso dispõe de cota para a demanda social, mas como é autossustentável, não será efetivado se não forem preenchidas 31 vagas com pagantes. O investimento é de R$ 3,6 mil, com possibilidade de parcelamento em até doze mensalidades de R$ 300,00.

Para se inscrever no processo seletivo, o candidato deve preencher o formulário no portal da FADESP e gerar o boleto da taxa de R$ 50,00. Exceto quem está no Cadastro Único do governo federal, todos devem entregar o comprovante de pagamento e a documentação exigida no edital, na secretaria do PROFIMA/MUMA, localizada no Campus do Guamá, prédio administrativo do NUMA.

O curso tem carga horária de 450 horas e pode ser realizado por graduados de qualquer área do conhecimento que atuem ou pretendam atuar em órgãos e instituições públicas municipais, na área de planejamento e gestão de cidades e de políticas públicas para o desenvolvimento municipal sustentável.

Sob a coordenação do professor Mário Vasconcellos Sobrinho, pós-doutor em Gestão Pública e Governo, a especialização busca qualificar quadros técnicos, sob a perspectiva interdisciplinar, para entendimento das questões que envolvem a Gestão de Cidades e para que analisem os instrumentos e as tecnologias socioambientais de planejamento e gestão que a envolvem.

A expectativa é que a formação promova habilidades e competências para que os profissionais que atuam ou venham atuar na gestão municipal, no âmbito de organizações públicas, realizem diagnósticos interdisciplinares e proponham e/ou apliquem metodologias, instrumentos e projetos de aplicações práticas.